buscado recentemente


Coach Vida e Realização

Raíssa Guanieri


​Inteligência Emocional, onde surgiu e porque é importante?


Esse termo tem aparecido constantemente no contexto do desenvolvimento pessoal, gestão e contratação de pessoas. Mas o que exatamente ele significa e qual a relação direta dele com bons resultados profissionais? 


O conceito inteligência emocional foi escrito pela primeira vez por dois psicólogos – John Mayer e Peter Salovey, em uma época que o QI (quociente de inteligência) era considerado o fator determinante de excelência do indivíduo. Até então a única dúvida pendente era a sua origem. Genética ou experiência? Era amplamente divulgado que o sucesso profissional estava diretamente ligado ao QI. Mas será realmente? 

Razão x Emoção

 

Quantas vezes nos deparamos com pessoas de alto QI que não alcançaram o sucesso e tantas outras com QI mais baixo que desenvolvem carreiras promissoras. Por quê? A diferença está na capacidade dessas pessoas de gerenciar as suas emoções, o que chamamos de Inteligência Emocional (IE ou QE). Essa capacidade permite desenvolver habilidades que vão além das nossas disposições intelectuais e de conhecimentos teóricos. Habilidades que nos possibilitam gerenciar de maneira mais eficaz situações de estresse e pressão. Elas englobam habilidades pessoais e sociais. 

 

De modo geral, inteligência emocional é a capacidade de perceber e gerenciar as nossas emoções e das pessoas que nos cercam em situações pessoais e profissionais. Identificar quais situações te levam a sensações de estresse, quais te motivam e ajudam a ser mais produtivo e utilizar dessa informação para atingir melhores resultados e maior controle emocional.   

QI x QE

 

Finalizo fazendo o convite: Se observem mais! A identificação desses pontos é só o primeiro passo, mas não deixa de ser o mais importante pois nos torna mais autoconscientes. No próximo texto vou falar um pouco mais sobre as habilidades pessoais e sociais da inteligência emocional. Até lá!  




Qual a importância de um Plano de Ação e como fazê-lo?


Plano de Ação (Planejamento + Agir)

Todos nós em algum momento de nossas vidas já nos deparamos com dificuldades para realizar nossos sonhos. De certa forma, a maioria de nós apenas sonha, mas não põe em prática as ações que viabilizam a concretização dos nossos objetivos. E um dos principais motivos para que isso aconteça, é porque não sabemos definir nossas metas em prol do que queremos.

"Para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve." Alice no País das Maravilhas - Este é o problema: não sabemos o que queremos. Mesmo sonhando, não temos clareza do que realmente queremos. Apenas fantasiamos.

Se você não consegue se organizar para conquistar algum objetivo – de preferência a curto prazo – está precisando de um plano de ação. Essa ferramenta pode ser usada na gestão empresarial, de pessoas ou mesmo no dia a dia, como medida para alcançarmos o que desejamos em período de tempo determinado. O plano de ação nos prepara para a ação. Por meio dele você determina aonde quer chegar e as ações necessárias a serem realizadas em um período estipulado. Dessa forma, torna as metas mais claras e objetivas, o que pode significar economia de tempo e recursos, maior produtividade e foco.

Exemplo de Plano de Ação
Exemplo de Plano de Ação

Cada indivíduo gastará um tempo diferente para refletir e elaborar o plano de ação, isso dependerá de quão clara suas metas estão e do desdobramento das ações. No primeiro momento temos que refletir sobre as metas e, em seguida estruturar o plano de ação baseado no modelo 5W2H.

Passos:

1º Procure compreender aonde você quer chegar e o porquê;

            Ex: Aumentar o volume de vendas com vendas online. Porquê: Aumentar o crescimento da empresa.

2º Defina seu objetivo com clareza de detalhes; 

            Ex: Criar um site de vendas online para aumentar em 30% o volume de vendas da empresa e com isso gerar um crescimento anual acima de 30%.

3º Defina a lista de tarefas que devem ser feitas para a realização de um objetivo;

            Ex: Contratar uma empresa de marketing para criar um site de vendas; criar um setor responsável somente pelas vendas online; definir quais produtos vão para venda online.

4º Colocar em ordem de prioridade as ações que devem ser realizadas;

            Ex: Definir quais produtos vão para venda online; contratar uma empresa de marketing para criar um site de vendas; criar um setor responsável somente pelas vendas online.

5º Planeje as ações que devem ser realizadas com os detalhes de cada ação e a ordem de prioridade;

            Ex: Vou definir quais produtos vão para venda online no dia 12/01/2018, na sede da empresa, com a ajuda do setor de vendas presencial e para isso vou precisar investir X reais.

Observe que no 5º item você define qual ação vai fazer, com quem, de que forma, aonde, qual custo dessa ação e a data que ela vai ser realizada. Nossos sonhos parecem distantes demais quando pensamos neles de modo geral, para torna-los mais próximos e reais temos que quebrá-los no máximo de passos possíveis e decidir qual deles deve ser o primeiro.

2018 já começou e costumamos iniciar o ano com várias metas, experimente utilizar esse modelo em alguma delas e comece a colocar em ação os seus planos!

 




Você é um profissional diligente?


A palavra diligência vem do verbo latino diligere, que significa amar. Em sua definição literal temos a ligação direta com o amor, diligens (diligente) significa aquele que ama e por consequência faz algo com amor. Como conduta profissional, incita um compromisso com o que se faz, inspirando comprometimento com a excelência. Trabalho focado, preciso, com rapidez e excelência voltado para a tarefa. Onde o profissional se compromete a produzir o máximo possível dentro do seu trabalho.

Grande parte dos profissionais produzem cerca de 30% a 50% do que realmente são capazes e com o passar do tempo se frustram com seus resultados e crescimento nas áreas em que trabalham, gerando uma falsa impressão de injustiça e desvalorização, quando na verdade o profissional não abriu espaço para esse crescimento. Afinal, porque promover alguém que só faz o suficiente para a sua função atual?

 

Esse conceito de diligência pode ser aproveitado para todos os profissionais e todos os cargos, nada é tão bom que não possa ser melhorado. No caso dos empresários esse conhecimento serve para a prática da liderança e identificação dos profissionais que almejam e merecem crescimento dentro da sua empresa, além da possibilidade de estimular esse comportamento entre os seus funcionários e colaboradores.  

 

Aqui vão algumas dicas para se tornar um profissional diligente e atingir resultados melhores:

Elimine as distrações
Sempre que desviamos o nosso foco acabamos procrastinando nosso trabalho, o que prejudica o resultado. E o seu grande desafio não é apenas fugir das distrações, mas prevê-las e não permitir que elas atrapalhem o seu dia. Identifique o que tira o seu foco e crie as barreiras necessárias.

Conheça bem as suas ambições
Uma pessoa diligente tem sempre um objetivo em cada tarefa que executa. Tem ambição e sabe o que deve executar para alcançar seus objetivos. Se você ainda não sabe o que quer do futuro, é bom fazer uma pausa, pensar seriamente nos seus sonhos e montar um plano de ação antes de dar o próximo passo.

Seja proativo
Ofereça mais do que esperam de você. Em vez de apenas identificar o problema, tente resolvê-lo. Se você errar, será reconhecido por ter tentado e não criticado por ter ficado na inércia.

 

Descubra o que deixa você mais focado
O que você faz para esvaziar sua mente e manter-se focado nas atividades? Ouvir música? Desligar o celular? Fechar os olhos e meditar por alguns minutos? Encontre formas de ativar seu poder de foco para melhorar seu desempenho e seus resultados.

A prática de um trabalho com excelência deve ser buscada todos os dias, alimentando assim um sentimento de crescimento diário e aumentando nossas possibilidades de ascensão. Lembrem-se: “O que eu não tenho é pelo o que eu ainda não sei, pois se soubesse eu já teria.” Paulo Vieira

No próximo post eu vou falar um pouco a respeito de Plano de Ação e como deve ser elaborado. Até lá!




Como o Coaching pode ajudar os empresários?


O Coaching é um processo que busca aumentar o desempenho em todas as áreas e também nas empresas proporcionando impactos positivos nos resultados das mesmas em um curto e médio prazo.

Através dele o empresário obtém apoio profissional para expandir e desenvolver uma base de mercado mais ampla, relações mais fortes com os clientes e otimizar os recursos que já são utilizados por essa empresa para obter mais resultados no curto e médio prazo.

Em grande parte dos negócios, os colaboradores atuam abaixo de sua capacidade total. O Coaching trabalha sobre os fatores ligadas à motivação das pessoas, buscando aliar alta performance com qualidade de vida. Ajuda os líderes a desenvolverem uma atitude de eficiência em suas ações sem que para isso sejam realizados novos investimentos, simplesmente buscando aumentar a utilização e aproveitamento dos recursos existentes.

Esse processo pode trazer grandes benefícios, apresentados na forma de melhores resultados, mais eficiência, maior faturamento e satisfação de investidores, patrocinadores, líderes e colaboradores, através da influência na: 

- Visão da empresa e de seus resultados com autorresponsabilidade;

- Definição da direção e metas de longo prazo;

- Atitude perante os mercados conquistados;

- Definição de estratégias na busca de novos mercados;

- Motivação dos colaboradores para obtenção de maior produtividade;

- Maior clareza da missão do negócio;

- Maior compreensão dos líderes da empresa sobre como cumprir seus papeis;

- Gestão eficiente do tempo para alcançar maiores resultados e qualidade de vida;

- Habilidade em formar e liderar equipes visando alcançar maior coesão e cooperação;

- Implantar na empresa a cultura de realização de medições, definição de metas e benefícios associados aos resultados conquistados.

O Coaching Business é muito indicado também no caso de empreendedores que querem otimizar seus investimentos e ver seus negócios ultrapassarem a fase crítica dos primeiros anos com resultados positivos.




Por que estabelecer metas é importante para atingir o sucesso?


Você sabe onde quer chegar? Essa parece uma pergunta simples, mas nem sempre é fácil respondê-la. O sucesso e a felicidade são relativos a cada pessoa. Para uns pode ser expansão do seu negócio, para outros pode estar relacionado a ganhar mais dinheiro, e ainda existem aqueles que buscam apenas o equilíbrio.

Menos de 2% da população tem clareza de onde querem chegar. Isso nos leva à um questionamento importante:

Você sabe como quer estar daqui a um ano? Dois anos? Cinco anos? Em que condição financeira? Com que forma física?

Como eu posso perseguir algo que eu não sei exatamente o que é. Como posso chegar em algum lugar se não sei que direção tomar, você tem que saber aonde quer chegar. Metas são as primeiras paradas no caminho até nossos objetivos maiores. Sem estabelecê-las não chegamos a nenhum lugar.  

A capacidade de definir e cumprir metas é uma das características mais marcantes das pessoas que realmente conseguem resultados efetivos em suas vidas.Quando definimos objetivos e prazos deixamos de ser vítimas da situação e dos acontecimentos e assumimos a responsabilidade pelos nossos resultados e pelo ritmo das nossas realizações. 

Colocar nossos sonhos e objetivos no papel torna eles tangíveis e reais nos levando a agir em sua direção. Faça uma lista das suas metas diárias, semanais, mensais, sabendo quais delas vão ser realizadas ao longo do ano. Registre o máximo de informações e detalhes acerca de cada item da sua lista. A ausência de informações pode colocar tudo a perder.

Por exemplo:

Se na sua empresa você define que quer faturar mais, mas não pensa em quanto quer faturar, ao faturar 1 real a mais estará tudo bem. Em tese, você terá faturado mais.

Uma das técnicas utilizadas para estruturar de maneira prática e objetiva é através da META SMART, que nada mais é do que a abreviação de 5 critérios que nos ajudam a verificar eficiência dessa meta. 

Meta SMART:

S – Específica (specific)

Quanto mais específica sua meta for mais fácil será alcançá-la, podendo levar em conta alguns fatores que ajudem a definir todos os detalhes:

O que eu quero alcançar?

Quais os recursos necessários para alcançar isso?

Quais pessoas estão envolvidas nessa meta?

Quais alternativas tenho para realizá-la?  

Quais obstáculos posso encontrar para isso?

M – Mensurável (mensurable)

É importante ter uma dimensão correta do que irá nos custar para alcançar essa meta em termos de tempo, resultados ou financeiramente.

A – Atingível (attainable)

Deve ser possível de realizar, ainda que represente um desafio.

R – Relevante (relevant)

Deve ser algo importante para você, estar alinhado com os seus sonhos e ser motivante.

T – Temporal (Time-related)

Uma das características mais importantes de uma meta é o prazo que ela tem para ser cumprida. Essa característica nos faz aumentar a velocidade das nossas ações e o nosso foco.

Sabendo da importância de definir suas metas e algumas dicas de como fazer isso, não perca mais tempo. Você decide de que grupo quer fazer parte, dos realizadores ou dos que estão à deriva se contentando com os resultados que a vida oferecer.

E não esqueça, quando atingir uma meta relevante, celebre, comemore, você trabalhou duro para isso. O hábito de comemorar nos ajuda a buscar por mais conquistas para poder repetir a experiência prazerosa.

Então,

Qual a sua meta? Qual o seu objetivo? 





Veja mais
Raíssa Guanieri


25 de Janeiro de 2018 às 18:49

​Inteligência Emocional, onde surgiu e porque é importante?


Esse termo tem aparecido constantemente no contexto do desenvolvimento pessoal, gestão e contratação de pessoas. Mas o que exatamente ele significa e qual a relação direta dele com bons resultados profissionais? 


O conceito inteligência emocional foi escrito pela primeira vez por dois psicólogos – John Mayer e Peter Salovey, em uma época que o QI (quociente de inteligência) era considerado o fator determinante de excelência do indivíduo. Até então a única dúvida pendente era a sua origem. Genética ou experiência? Era amplamente divulgado que o sucesso profissional estava diretamente ligado ao QI. Mas será realmente? 

Razão x Emoção

 

Quantas vezes nos deparamos com pessoas de alto QI que não alcançaram o sucesso e tantas outras com QI mais baixo que desenvolvem carreiras promissoras. Por quê? A diferença está na capacidade dessas pessoas de gerenciar as suas emoções, o que chamamos de Inteligência Emocional (IE ou QE). Essa capacidade permite desenvolver habilidades que vão além das nossas disposições intelectuais e de conhecimentos teóricos. Habilidades que nos possibilitam gerenciar de maneira mais eficaz situações de estresse e pressão. Elas englobam habilidades pessoais e sociais. 

 

De modo geral, inteligência emocional é a capacidade de perceber e gerenciar as nossas emoções e das pessoas que nos cercam em situações pessoais e profissionais. Identificar quais situações te levam a sensações de estresse, quais te motivam e ajudam a ser mais produtivo e utilizar dessa informação para atingir melhores resultados e maior controle emocional.   

QI x QE

 

Finalizo fazendo o convite: Se observem mais! A identificação desses pontos é só o primeiro passo, mas não deixa de ser o mais importante pois nos torna mais autoconscientes. No próximo texto vou falar um pouco mais sobre as habilidades pessoais e sociais da inteligência emocional. Até lá!  




10 de Janeiro de 2018 às 14:17

Qual a importância de um Plano de Ação e como fazê-lo?


Plano de Ação (Planejamento + Agir)

Todos nós em algum momento de nossas vidas já nos deparamos com dificuldades para realizar nossos sonhos. De certa forma, a maioria de nós apenas sonha, mas não põe em prática as ações que viabilizam a concretização dos nossos objetivos. E um dos principais motivos para que isso aconteça, é porque não sabemos definir nossas metas em prol do que queremos.

"Para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve." Alice no País das Maravilhas - Este é o problema: não sabemos o que queremos. Mesmo sonhando, não temos clareza do que realmente queremos. Apenas fantasiamos.

Se você não consegue se organizar para conquistar algum objetivo – de preferência a curto prazo – está precisando de um plano de ação. Essa ferramenta pode ser usada na gestão empresarial, de pessoas ou mesmo no dia a dia, como medida para alcançarmos o que desejamos em período de tempo determinado. O plano de ação nos prepara para a ação. Por meio dele você determina aonde quer chegar e as ações necessárias a serem realizadas em um período estipulado. Dessa forma, torna as metas mais claras e objetivas, o que pode significar economia de tempo e recursos, maior produtividade e foco.

Exemplo de Plano de Ação
Exemplo de Plano de Ação

Cada indivíduo gastará um tempo diferente para refletir e elaborar o plano de ação, isso dependerá de quão clara suas metas estão e do desdobramento das ações. No primeiro momento temos que refletir sobre as metas e, em seguida estruturar o plano de ação baseado no modelo 5W2H.

Passos:

1º Procure compreender aonde você quer chegar e o porquê;

            Ex: Aumentar o volume de vendas com vendas online. Porquê: Aumentar o crescimento da empresa.

2º Defina seu objetivo com clareza de detalhes; 

            Ex: Criar um site de vendas online para aumentar em 30% o volume de vendas da empresa e com isso gerar um crescimento anual acima de 30%.

3º Defina a lista de tarefas que devem ser feitas para a realização de um objetivo;

            Ex: Contratar uma empresa de marketing para criar um site de vendas; criar um setor responsável somente pelas vendas online; definir quais produtos vão para venda online.

4º Colocar em ordem de prioridade as ações que devem ser realizadas;

            Ex: Definir quais produtos vão para venda online; contratar uma empresa de marketing para criar um site de vendas; criar um setor responsável somente pelas vendas online.

5º Planeje as ações que devem ser realizadas com os detalhes de cada ação e a ordem de prioridade;

            Ex: Vou definir quais produtos vão para venda online no dia 12/01/2018, na sede da empresa, com a ajuda do setor de vendas presencial e para isso vou precisar investir X reais.

Observe que no 5º item você define qual ação vai fazer, com quem, de que forma, aonde, qual custo dessa ação e a data que ela vai ser realizada. Nossos sonhos parecem distantes demais quando pensamos neles de modo geral, para torna-los mais próximos e reais temos que quebrá-los no máximo de passos possíveis e decidir qual deles deve ser o primeiro.

2018 já começou e costumamos iniciar o ano com várias metas, experimente utilizar esse modelo em alguma delas e comece a colocar em ação os seus planos!

 




20 de Setembro de 2017 às 16:07

Você é um profissional diligente?


A palavra diligência vem do verbo latino diligere, que significa amar. Em sua definição literal temos a ligação direta com o amor, diligens (diligente) significa aquele que ama e por consequência faz algo com amor. Como conduta profissional, incita um compromisso com o que se faz, inspirando comprometimento com a excelência. Trabalho focado, preciso, com rapidez e excelência voltado para a tarefa. Onde o profissional se compromete a produzir o máximo possível dentro do seu trabalho.

Grande parte dos profissionais produzem cerca de 30% a 50% do que realmente são capazes e com o passar do tempo se frustram com seus resultados e crescimento nas áreas em que trabalham, gerando uma falsa impressão de injustiça e desvalorização, quando na verdade o profissional não abriu espaço para esse crescimento. Afinal, porque promover alguém que só faz o suficiente para a sua função atual?

 

Esse conceito de diligência pode ser aproveitado para todos os profissionais e todos os cargos, nada é tão bom que não possa ser melhorado. No caso dos empresários esse conhecimento serve para a prática da liderança e identificação dos profissionais que almejam e merecem crescimento dentro da sua empresa, além da possibilidade de estimular esse comportamento entre os seus funcionários e colaboradores.  

 

Aqui vão algumas dicas para se tornar um profissional diligente e atingir resultados melhores:

Elimine as distrações
Sempre que desviamos o nosso foco acabamos procrastinando nosso trabalho, o que prejudica o resultado. E o seu grande desafio não é apenas fugir das distrações, mas prevê-las e não permitir que elas atrapalhem o seu dia. Identifique o que tira o seu foco e crie as barreiras necessárias.

Conheça bem as suas ambições
Uma pessoa diligente tem sempre um objetivo em cada tarefa que executa. Tem ambição e sabe o que deve executar para alcançar seus objetivos. Se você ainda não sabe o que quer do futuro, é bom fazer uma pausa, pensar seriamente nos seus sonhos e montar um plano de ação antes de dar o próximo passo.

Seja proativo
Ofereça mais do que esperam de você. Em vez de apenas identificar o problema, tente resolvê-lo. Se você errar, será reconhecido por ter tentado e não criticado por ter ficado na inércia.

 

Descubra o que deixa você mais focado
O que você faz para esvaziar sua mente e manter-se focado nas atividades? Ouvir música? Desligar o celular? Fechar os olhos e meditar por alguns minutos? Encontre formas de ativar seu poder de foco para melhorar seu desempenho e seus resultados.

A prática de um trabalho com excelência deve ser buscada todos os dias, alimentando assim um sentimento de crescimento diário e aumentando nossas possibilidades de ascensão. Lembrem-se: “O que eu não tenho é pelo o que eu ainda não sei, pois se soubesse eu já teria.” Paulo Vieira

No próximo post eu vou falar um pouco a respeito de Plano de Ação e como deve ser elaborado. Até lá!




12 de Agosto de 2017 às 17:29

Como o Coaching pode ajudar os empresários?


O Coaching é um processo que busca aumentar o desempenho em todas as áreas e também nas empresas proporcionando impactos positivos nos resultados das mesmas em um curto e médio prazo.

Através dele o empresário obtém apoio profissional para expandir e desenvolver uma base de mercado mais ampla, relações mais fortes com os clientes e otimizar os recursos que já são utilizados por essa empresa para obter mais resultados no curto e médio prazo.

Em grande parte dos negócios, os colaboradores atuam abaixo de sua capacidade total. O Coaching trabalha sobre os fatores ligadas à motivação das pessoas, buscando aliar alta performance com qualidade de vida. Ajuda os líderes a desenvolverem uma atitude de eficiência em suas ações sem que para isso sejam realizados novos investimentos, simplesmente buscando aumentar a utilização e aproveitamento dos recursos existentes.

Esse processo pode trazer grandes benefícios, apresentados na forma de melhores resultados, mais eficiência, maior faturamento e satisfação de investidores, patrocinadores, líderes e colaboradores, através da influência na: 

- Visão da empresa e de seus resultados com autorresponsabilidade;

- Definição da direção e metas de longo prazo;

- Atitude perante os mercados conquistados;

- Definição de estratégias na busca de novos mercados;

- Motivação dos colaboradores para obtenção de maior produtividade;

- Maior clareza da missão do negócio;

- Maior compreensão dos líderes da empresa sobre como cumprir seus papeis;

- Gestão eficiente do tempo para alcançar maiores resultados e qualidade de vida;

- Habilidade em formar e liderar equipes visando alcançar maior coesão e cooperação;

- Implantar na empresa a cultura de realização de medições, definição de metas e benefícios associados aos resultados conquistados.

O Coaching Business é muito indicado também no caso de empreendedores que querem otimizar seus investimentos e ver seus negócios ultrapassarem a fase crítica dos primeiros anos com resultados positivos.




15 de Julho de 2017 às 12:40

Por que estabelecer metas é importante para atingir o sucesso?


Você sabe onde quer chegar? Essa parece uma pergunta simples, mas nem sempre é fácil respondê-la. O sucesso e a felicidade são relativos a cada pessoa. Para uns pode ser expansão do seu negócio, para outros pode estar relacionado a ganhar mais dinheiro, e ainda existem aqueles que buscam apenas o equilíbrio.

Menos de 2% da população tem clareza de onde querem chegar. Isso nos leva à um questionamento importante:

Você sabe como quer estar daqui a um ano? Dois anos? Cinco anos? Em que condição financeira? Com que forma física?

Como eu posso perseguir algo que eu não sei exatamente o que é. Como posso chegar em algum lugar se não sei que direção tomar, você tem que saber aonde quer chegar. Metas são as primeiras paradas no caminho até nossos objetivos maiores. Sem estabelecê-las não chegamos a nenhum lugar.  

A capacidade de definir e cumprir metas é uma das características mais marcantes das pessoas que realmente conseguem resultados efetivos em suas vidas.Quando definimos objetivos e prazos deixamos de ser vítimas da situação e dos acontecimentos e assumimos a responsabilidade pelos nossos resultados e pelo ritmo das nossas realizações. 

Colocar nossos sonhos e objetivos no papel torna eles tangíveis e reais nos levando a agir em sua direção. Faça uma lista das suas metas diárias, semanais, mensais, sabendo quais delas vão ser realizadas ao longo do ano. Registre o máximo de informações e detalhes acerca de cada item da sua lista. A ausência de informações pode colocar tudo a perder.

Por exemplo:

Se na sua empresa você define que quer faturar mais, mas não pensa em quanto quer faturar, ao faturar 1 real a mais estará tudo bem. Em tese, você terá faturado mais.

Uma das técnicas utilizadas para estruturar de maneira prática e objetiva é através da META SMART, que nada mais é do que a abreviação de 5 critérios que nos ajudam a verificar eficiência dessa meta. 

Meta SMART:

S – Específica (specific)

Quanto mais específica sua meta for mais fácil será alcançá-la, podendo levar em conta alguns fatores que ajudem a definir todos os detalhes:

O que eu quero alcançar?

Quais os recursos necessários para alcançar isso?

Quais pessoas estão envolvidas nessa meta?

Quais alternativas tenho para realizá-la?  

Quais obstáculos posso encontrar para isso?

M – Mensurável (mensurable)

É importante ter uma dimensão correta do que irá nos custar para alcançar essa meta em termos de tempo, resultados ou financeiramente.

A – Atingível (attainable)

Deve ser possível de realizar, ainda que represente um desafio.

R – Relevante (relevant)

Deve ser algo importante para você, estar alinhado com os seus sonhos e ser motivante.

T – Temporal (Time-related)

Uma das características mais importantes de uma meta é o prazo que ela tem para ser cumprida. Essa característica nos faz aumentar a velocidade das nossas ações e o nosso foco.

Sabendo da importância de definir suas metas e algumas dicas de como fazer isso, não perca mais tempo. Você decide de que grupo quer fazer parte, dos realizadores ou dos que estão à deriva se contentando com os resultados que a vida oferecer.

E não esqueça, quando atingir uma meta relevante, celebre, comemore, você trabalhou duro para isso. O hábito de comemorar nos ajuda a buscar por mais conquistas para poder repetir a experiência prazerosa.

Então,

Qual a sua meta? Qual o seu objetivo? 




Sobre mim


Raíssa Guanieri



© Copyright ClubeSAT 2017. Todos os direitos reservados.