buscado recentemente


​Inteligência Emocional, onde surgiu e porque é importante?


Esse termo tem aparecido constantemente no contexto do desenvolvimento pessoal, gestão e contratação de pessoas. Mas o que exatamente ele significa e qual a relação direta dele com bons resultados profissionais? 


O conceito inteligência emocional foi escrito pela primeira vez por dois psicólogos – John Mayer e Peter Salovey, em uma época que o QI (quociente de inteligência) era considerado o fator determinante de excelência do indivíduo. Até então a única dúvida pendente era a sua origem. Genética ou experiência? Era amplamente divulgado que o sucesso profissional estava diretamente ligado ao QI. Mas será realmente? 

Razão x Emoção

 

Quantas vezes nos deparamos com pessoas de alto QI que não alcançaram o sucesso e tantas outras com QI mais baixo que desenvolvem carreiras promissoras. Por quê? A diferença está na capacidade dessas pessoas de gerenciar as suas emoções, o que chamamos de Inteligência Emocional (IE ou QE). Essa capacidade permite desenvolver habilidades que vão além das nossas disposições intelectuais e de conhecimentos teóricos. Habilidades que nos possibilitam gerenciar de maneira mais eficaz situações de estresse e pressão. Elas englobam habilidades pessoais e sociais. 

 

De modo geral, inteligência emocional é a capacidade de perceber e gerenciar as nossas emoções e das pessoas que nos cercam em situações pessoais e profissionais. Identificar quais situações te levam a sensações de estresse, quais te motivam e ajudam a ser mais produtivo e utilizar dessa informação para atingir melhores resultados e maior controle emocional.   

QI x QE

 

Finalizo fazendo o convite: Se observem mais! A identificação desses pontos é só o primeiro passo, mas não deixa de ser o mais importante pois nos torna mais autoconscientes. No próximo texto vou falar um pouco mais sobre as habilidades pessoais e sociais da inteligência emocional. Até lá!  


© Copyright ClubeSAT 2017. Todos os direitos reservados.