buscado recentemente

Ministério Público quer anular exames psicológicos do concurso da Sejus


Membro do Ministério Público Estadual requer que estes exames sejam reaplicados por psicólogos credenciados junto à PF


 

A 35ª Promotoria de Justiça de Teresina expediu recomendação em relação ao concurso para agente penitenciário. O documento foi encaminhado ao secretário de Estado da Justiça e Cidadania, Daniel Oliveira, e ao presidente do Núcleo de Concursos e Promoção de Eventos (NUCEPE), Pedro Soares Júnior .

Promotor Fernando Santos quer que testes sejam realizados por psicólogos ligados à PF 

 

No documento, o Promotor de Justiça Fernando Santos, que responde pela 35ª PJ e autor da recomendação, orienta à SEJUS e a banca organizadora do concurso que os exames psicológicos, realizados por profissionais sem credenciamento na Polícia Federal (PF), sejam anulados. Por consequência, o membro do Ministério Público Estadual requer que estes exames sejam reaplicados por psicólogos credenciados junto à PF.

Por último, Fernando Santos afirma “que o certame seja realizado pautado pela transparência, inclusive na disponibilização de resultados e na fase de recursos”.

Entre as considerações apresentadas pelo autor da recomendação está o fato de que os testes aplicados estão sendo questionados por ações judiciais individuais. Estão sendo obtidas decisões liminares favoráveis aos candidatos, e que uma solução global e definitiva para o problema impediria maiores atrasos no andamento do concurso, e evitaria questionamentos futuros.

Além disso, Fernando Santos afirma que, aparentemente, houve outros problemas na aplicação do teste psicológico do certame. As irregularidades seriam a não disponibilização aos candidatos de cópias dos testes realizados e falta de uniformidade na aplicação do teste palográfico. A SEJUS e o NUCEPE terão o prazo de cinco dias úteis para responder ao MPPI sobre as providências tomadas para o cumprimento da recomendação.

Com informações da Ascom/MP





© Copyright ClubeSAT 2017. Todos os direitos reservados.