buscado recentemente

Operação prende mais de 10 pessoas, veículos roubados e 200 documentos que seriam usados para adulteração


Ação visa "desmontar" quadrilha que rouba, comercializa e desmancha carros no estado.


Atualizada às 12h30...

Uma ação integrada das forças policiais do estado, denominada ‘Operação Adulteração’, foi deflagrada na manhã desta terça-feira (30) no Piauí e em mais três estados, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa que age na região através do roubo, adulteração e falsificação de documentação de veículos.

Segundo o delegado Carlos César, do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) – da Polícia Civil do Piauí, já foram presas 11 pessoas. Algumas dessas foram presas para dar cumprimento aos mandados de prisão e outras foram presas em flagrante com objetos ilícitos, como armas.

Dentre os presos, está um comerciante identificado como Francisco Severino Almeida Araújo. No sítio dele, localizado no bairro Angelim, zona Sul de Teresina, a polícia apreendeu vários carros que estaria sendo desmanchados. Para a polícia, o local funcionaria como um depósito para os carros roubados e também de desmanche de peças, que seriam revendidas na própria casa de peças do suspeito.

A operação também ocorre simultaneamente nos estados do Maranhão, Minas Gerais e Pará. Já no Piauí, a operação teve mais prisões em Teresina, mais também acontece nas cidades de Caraúbas, Parnaíba, Pedro II e Picos. Já em Timon (MA), a polícia apreendeu uma máquina usada para colagem de placas.

Coletiva de Imprensa
Durante a coletiva à imprensa, realizada ao meio dia desta terça-feira (30), o secretário de Segurança, Fábio Abreu, agradeceu e parabenizou a participação de todas as forças policiais do estado do Piauí, além do auxílio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Civil do Maranhão.

“A operação teve um grande êxito, conseguimos recuperar mais de 10 carros que serão devolvidos para os seus donos e, também, prendemos parte dessa quadrilha que agia aqui no estado. Foram 11 pessoas presas, sendo que 7 prisões aconteceram em Teresina, 2 foram em Parnaíba e mais duas na cidade de Timon, no Maranhão. Além disso, foram 12 veículos de alto valor recuperados”, destacou Fábio Abreu.

O secretário explicou que a quadrilha controlava todas as fases do roubo. “Tinha um grupo que roubava os veículos, outros esquentavam o veículo. Termo esse utilizado para dizer que eles clonaram, confeccionaram placas e documentos dos carros, que eram repassados para outros estados como o Maranhão e o Pará, outros continuavam, até mesmo, rodando por Teresina”, informou.

O delegado Armandinho, da Greco, reforçou que a quadrilha tinha várias ramificações e possível que novas prisões aconteçam a partir dessa operação. “Esses suspeitos tinham ‘braços’ da quadrilha por vários estados. Eles roubam aqui e mandam os veículos para outros estados, também recebem veículos roubados. Além de roubar os veículos, eles adulteravam os sinais de identificação dos carros e de posse de documentação em branco, faziam um novo documento clonado para que o carro voltasse a circular”, ressaltou o delegado.

Além dos veículos, a Polícia apreendeu várias cédulas de documentos em branco, que teriam sido roubadas meses atrás de um posto do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do Piauí, que ficava instalado numa concessionária de motos na zona Sudeste da capital. De posse das cédulas em branco, eles podiam clonar os veículos e produzir uma documentação falsa, mas com a cédula oficial do Detran. Com o grupo, a polícia apreendeu máquinas de fabricação de placas automotivas, que também eram usadas para adulterar os veículos. Esse último material foi encontrado em Timon (MA).

Veja abaixo nota da Secretaria de Segurança!

A Polícia Civil do Piauí deflagrou, nesta terça-feira (30), a Operação Adulteração, com o objetivo de desarticular uma das maiores organizações criminosas que atua no estado do Piauí praticando crimes de roubo e adulteração de veículos, além de falsificação de documentos.

A Secretaria da Segurança confirma, até o momento, que 11 pessoas foram presas. Sete em Teresina, duas em Parnaíba e duas em Timon. Ao todo, são oito mandatos de prisão e 30 de busca e apreensão. Foram apreendidos 10 veículos e mais de 200 documentos supostamente roubados ano passado do posto do Detran no Dirceu Arcoverde recuperados. Além disso, uma máquina usada para clonar placas foi encontrada em Timon.

Cerca de 150 policiais civis, militares e rodoviários federais participam da ação, dando cumprimento a mandados de prisão e de busca e apreensão nos estados do  Piauí, Maranhão, Pará e Minas Gerais. No território piauiense, as ações ocorrem nas cidades de Teresina, Parnaíba, Picos e Pedro II.

As investigações estão sendo comandadas pela  Delegacia de Polícia Interestadual (Polinter) e Grupo de Repressão ao Crime Organizado do Piauí (Greco).

Será concedida entrevista coletiva sobre a operação, às 11h30, no auditório da Academia de Polícia Civil, localizada no bairro Saci. Na oportunidade, serão apresentados os veículos apreendidos. 

Abaixo fotos dos presos, carros e materiais apreendidos!

[scode galeria=39]

 Fotos: Gil Oliveira

 

 

 





© Copyright ClubeSAT 2017. Todos os direitos reservados.