buscado recentemente

Teresina tem 20% da malha de esgoto perdida no subsolo


Obras feitas há vários anos deixaram encanações sem uso algum dentro do solo e que são contabilizados como esgotamento


O Jornal Estado de São Paulo publicou neste fim de semana um levantamento em que expõe uma situação complicada sobre a rede de esgoto da capital Teresina. A capital, que ocupa o 88.º lugar no ranking de saneamento, tem cerca de 700 quilômetros de rede de esgoto construída. Mas quase 20% dessa malha estava perdida no subsolo, sem nenhuma ligação.

As obras haviam sido feitas em governos passados, mas por algum motivo ficaram no meio do caminho. Os trechos mais fáceis foram construídos e aqueles, com solos pedregosos, deixados para trás. Isso criou uma rede descontínua, que impossibilitou a conexão.

Rede construída no passado estava sem uso pela população de Teresina. (Foto: Moises Saba | Estadão)

Com a transferência dos serviços de esgoto para uma empresa privada no ano passado, os antigos moradores de um bairro procuraram a nova concessionária para saber se poderiam se conectar à rede que existia ali.

Até então, a empresa e o governo atual não sabiam da existência desse ramal. A surpresa foi descobrir que cerca de 150 km de esgoto estavam prontos e não haviam sido incluídos no mapa.





© Copyright ClubeSAT 2017. Todos os direitos reservados.