Publicado em: 19/04/2017 15:40:00   -   Atualizado: 19/04/2017 17:43:36

Acusado de estupro, vice-presidente do PCdoB é preso em Timon

Clemilton Colaça Ribeiro, que também é Diretor Regional da Indústria e Comércio, foi encaminhado ao presídio Jorge Vieira

Acusado de pedofilia, o vice-presidente do diretório municipal do PCdoB em Timon, Clemilton Colaça Ribeiro, foi preso na madrugada desta terça-feira (18) em sua casa, no bairro Parque Piauí, na cidade timonense. Clemilton confessou os crimes à polícia.

preso-vice-pcdob
Clemilton Colaça Ribeiro, vice-presidente do PCdoB (Foto: Divulgação)

O vice-presidente do PCdoB, que também é Diretor Regional da Indústria e Comércio, é acusado de estuprar duas crianças da própria família e assediar sexual uma adolescente. De acordo com a Delegada da Mulher, Ingrid Albuquerque, as mães das vítimas denunciaram o caso e uma delas é sobrinha da esposa de Clemilton.

delegada-mulher
Delegada da Mulher, Ingrid Albuquerque (Foto: Reprodução/TV Clube)

“Esse é um caso de pedofilia e estupro de vulnerável na família. As vítimas são uma sobrinha e uma prima da esposa do acusado. Uma era abusada dos 10 aos 12 anos e a outra tinha 13 anos. Ainda estamos investigando um terceiro estupro que ainda não foi confirmado, mas estamos em cima do caso”, disse a delegada.

Existe uma informação que está sendo investigada pela polícia de que o acusado chegou a manter uma das adolescentes amordaçadas para praticar o crime.

As vítimas e as mães estão sendo atendidas por psicólogos e o suspeito foi encaminhado para o presídio Jorge Vieira, onde se encontra a disposição da justiça.

Fonte: Redação
Publicado por: Redação

Tags: PCdoB, pedofilia, presidente, preso, vice
Publicado em Polícia Timon (MA)
PUBLICIDADE

Comentários

 
Comente usando:
Sair
Foto | usuário

900 caracteres

Nenhum comentário ainda...

Municípios

Mais municípios

Contato

Av. Frei Serafim, 2425 - Centro
64.000-20 . Teresina . Piauí
Fone: 86 3085-3892
marcarodape © Copyright 2013-17, clubesat.com
Desenvolvido por: Time Propaganda